LOGO clara   HUMANAMENTE  |  PSICOLOGIA, PSICANÁLISE & FILOSOFIA

TEXTO COMPLEMENTAR

 

Newton teve uma infância difícil. Seu pai faleceu antes que ele tivesse nascido, e tão logo sua mãe casou-se novamente o garoto foi enviado para morar com a avó materna, uma senhora rígida e puritana. Na escola, ele não era um bom aluno, mas tinha muita aptidão para construir dispositivos mecânicos como moinhos de vento e relógios d’água.

Com a morte do padrasto, Newton volta a morar com a mãe numa aldeia em Woolsthorpe. Ela espera que ele se torne fazendeiro, mas por influência de um professor ele se prepara para entrar na universidade. Em 1661 entra no Trinity College, na Universidade de Cambridge sob a tutela de Issac Barrow, professor de Matemática. Quatro anos depois Newton gradua-se em Humanidades.

 

O legado de Newton

A obra-prima de Newton, “The Mathematical Principles of Natural Philosophy “ foi escrita durante 18 meses quando ele tinha 42 anos. Embora tivesse uma personalidade difícil, Newton reconhecia que seu trabalho devia muito àqueles que o precederam, particularmente Copérnico, Kepler e Galileu.

A teoria da gravitação universal representou um grande triunfo do mecanicismo, quer dizer, da concepção de que o universo é um grande mecanismo do qual todos somos parte. Em verdade, o próprio homem é compreendido como uma complexa máquina na ótima mecanicista. Contudo, nem todos abraçaram de imediato a teoria da gravitação universal de Newton. Foram necessários aproximadamente 80 anos para que a Europa aceitasse trocar a teoria dos vórtices de Descartes pela teoria rival de Newton. Uma das vantagens da explicação cartesiana estava no fato de que ela explicava porque todas as órbitas planetárias se dão na mesma direção, o que não era explicado pela teoria newtoniana.

De toda forma, em um dado momento a teoria de Newton tornou-se hegemônica. O sucesso das concepções científicas de Copérnico, Kepler, Galileu e Newton baseadas em observação empírica, experimentação e dedução matemática estimulou pensadores em todas as áreas, despoletando um espírito de curiosidade científica que persiste até os dias de hoje no mundo ocidental. A ciência tornou-se um meio comprovado para conhecermos os segredos da natureza, explicando em termos naturais fenômenos que até então eram incompreensíveis.

--------------------------------

Obras recomendadas:

“A Conceptual History of Psychology”, de John D. Greenwood.

“An Introduction to the History of Psychology”, ed. 7, de B. Hergenhahn e T. Henley.

Apenas usuários cadastrados podem comentar
2 Comentários | Deixe o seu comentário
  • Marcos

    Parabéns pelo trabalho. Sou estudante e acho interessante todos os vídeos que vocês postam no YouTube. Obrigado.

    Curtir 0
  • Ana maria piaia

    Parabens pelo trabalho, tenho aprendido muito com os videos, gostaria que abordassem outras areas também alé da filosofia e psicologia, gostaria videos sobre na area da Pedagogia

    Curtir 0

LOGO

SOBRE O SITE  |  FALE CONOSCO

Copyright© 2016 - 2018 - Todos os direitos reservados.

The Best Bookmaker Betfair Review betfair cvisit from here.